Cilada, de Harlan Coben

|


Há um bom tempo que aprecio ler as histórias instigantes e a narrativa fluida e envolvente que Harlan Coben desenvolve em seus livros. Contudo, me espanta saber que nunca realmente postei uma resenha aqui no blog sobre algum de seus livros. Enfim, uma negligência que me permito corrigir agora, na intenção de lhes expor uma de suas histórias, que não foge da característica tão marcante em seu texto, em nos estimular a embarcar em uma trama cheia de reviravoltas, nos mantendo a atenção em suas páginas do começo ao fim. A Cilada (no original, Caught), publicada pela editora Arqueiro, nos apresenta uma deliciosa história de suspense, num jogo de mentiras e verdades, de segredos alarmantes e revelações surpreendentes.



Cilada 
Harlan Coben
Famílias e pessoas, que levam aparentemente uma vida normal, têm seus segredos, relações e fragilidades postos à prova.  

Dan Mercer passou uma infância precária e instável, mudando constantemente de casa e família. Apesar de tudo, conseguiu se formar em uma universidade,  se casar, mesmo que brevemente, e trabalhar como assistente social em um centro comunitário, uma das suas principais realizações. Um cara solitário, admirado e, aparentemente, “gente boa”. No entanto, sua vida muda completamente, ao receber um estranho telefonema de uma adolescente em perigo, e quando vai ao seu encontro com a intenção de ajudá-la, é flagrado por uma câmera de TV e exibido em rede nacional como suspeito de pedofilia.  

A autora dessa “cilada” é Wendy Tynes, uma repórter da NTC News, cujo programa tem por objetivo investigar e desmascarar pedófilos em nível nacional. Levada por uma denuncia anônima, ela arma para Dan.  

Enquanto isso, a família Mcwaid vive, há 3 meses, o drama do desaparecimento da filha mais velha do casal, Harley, uma garota de 17 anos. Aluna e filha exemplar, com o objetivo de estudar e entrar em uma ótima faculdade, nada em seu comportamento leva a crer em uma transgressão ou fuga adolescente. Há uma investigação que envolve toda a cidade, todos temem o pior, mas a família tenta manter uma frágil esperança.  

Dan é inocentado nos tribunais, contudo, começa a ser alvo de atos violentos e perseguições. Ele é amplamente defendido por pessoas que o conhecem e alguns fatos levam Wendy a se questionar sobre suas ações e julgamentos contra ele. Em uma estranha situação, Dan é assassinado por um dos pai s das crianças atacadas, na qual Wendy é a principal testemunha e, possivelmente, responsável indireta por sua morte. Alguns fatos liga o desaparecimento de Harley Mcwaid com Dan Mercer. Caberá a Wendy, movida pelo seu instinto e competência, chegar a verdade. Um mistério delineado por sentimentos de vinganças, culpas e segredos. 


***  
Apesar de gostar, e muito, não sou leitora assídua dos romances policiais. Porém, quando leio, gosto de histórias que envolva muito suspense, tensão, investigações bem elaboradas e intricadas, assassinos astutos e frios e reviravoltas que realmente nos faz pirar. Gosto  de sentir a tensão da história e dos personagens, até mesmo ter meu estomago revirando por uma descrição mais crua e grotesca. Esse não é bem o caso das histórias de Harlan Coben. Suas histórias mantêm o suspense e a tensão, porém são muito mais ágeis, englobando um universo mais psicológico, reflexivo, explorando temas concernentes às questões e conflitos humanos, que envolvem os personagens em seu âmbito pessoal, familiar, social e profissional. Coben abre um pouco a mão do universo puramente policial, para nos permitir mergulhar na vida dos diversos personagens que integram a trama.  

A leitura de Cilada é muito rápida, intensa e surpreendente. Nada é o que parece ser, e somos levados por caminhos e desvios muito diferente daquilo que se apresentou inicialmente. Em um primeiro momento estamos envolvidos em um caso de suspeita de pedofilia, para no desenrolar da trama, ela nos levar para outro caminho totalmente diferente, com cada fato e detalhe, intrinsecamente, ligados um ao outro, culminando em uma conclusão que pega o leitor de surpresa. E apesar da história não ser tão profundamente elaborada, os detalhes fazem todas as diferenças. Quando você pensa que está tudo definido, entra um elemento surpresa que muda tudo. É exasperante! Impossível não admirar a maestria de Coben de mudar e desfazer tudo, de repente, até na última página. Nos prende completamente!  

A vida de cada personagem, suas ações e questionamentos, são partes importantes no detalhamento e na elaboração da história. Dan Mercer é praticamente o foco dos mistérios... Seria ele culpado, ou não, pelo desaparecimento de Harley McWaid? Contudo, a protagonista e aquela cujas ações dão inicio ao descarrilamento de toda a história, é Wendy Tynes, uma repórter de sucesso, que não vai cansar até chegar a verdade. Todos tem algo a esconder, segredos espantosos são revelados. No final, temos um drama policial que envolve fragilidades humanas, sensações de culpas e o apelo ao perdão.  

A narrativa alterna o foco entre os diversos personagens que compõe o drama, expondo a vida, as percepções, os conflitos e as fragilidades de cada um Harlan Coben é sempre uma leitura mais que bem recomenda para quem gosta de ler suspenses ágeis, inquietante e instigante. Um quebra-cabeça de segredos e reviravoltas até o fim. Enfim, leiam Harlan Coben! Leiam Cilada!  

É isso! Até mais! =)
Classificação: 


 
Trecho de Cilada:  
EU SABIA QUE MINHA VIDA SERIA destruída se abrisse aquela porta vermelha.
Isso pode parecer melodramático e de mau agouro. Não sou lá muito chegado a nada disso. Além do mais, verdade seja dita: não havia nada de ameaçador naquela porta. Ela era absolutamente comum, dessas que a gente vê em quase todas as casas dos bairros de classe média, com a pintura já meio desbotada, quatro almofadas de madeira, maçaneta imitando bronze e, mais ou menos à altura do peito, uma aldrava sem qualquer utilidade. 
No entanto, enquanto eu caminhava em direção a ela sob a luz débil de um poste distante, a escuridão parecia se abrir como uma boca prestes a me devorar inteiro. Era impossível afastar a sensação de perigo iminente. Cada passo me custava certo esforço, como se eu estivesse pisando não em uma calçada já um tanto gasta, mas em cimento fresco. O corpo dava todos os avisos: frio na espinha, pelos eriçados nos braços, arrepio na nuca e no couro cabeludo. (Dan Mercer, p. 7)
Informações: 

Referência: COBEN, Harlan. Cilada. Tradução de Marcelo Mendes. São Paulo: Arqueiro, 2010. 272 p.
Assine o feed do blog ou receba os artigos por e-mail. Siga-me no Twitter para ficar por dentro das novidades que rola no Livros e Distrações!

Compartilhe este post:


7 comentários:

Fernanda Assis disse... [Reply]

Oi Beli,

Que bom que vc também gostou, eu sou tão fã do Harlan que fico achando que todos devem adorar como eu hehehe. Acho que dele o único que não gostei tanto foi Quando ela se foi, dos que já li. ^^

beijos

Bru Silva disse... [Reply]

Eu já li Cilada e amei, gostei muito da escrito do autor, e fiquei pasma quando vi quem era o assassino, não esperava de verdade.
Parabéns pela resenha, gostei muito.

Beijos

www.viagem-imaginaria.blogspot.com

Luna disse... [Reply]

Olá, Beli! :)


Quanto tempo!

Creio que você iria gostar muito de "Identidade Roubada" da autora Chevy Stevens.


Eu nunca li nada do Harlan Coben. Mas tenho os livros "Não Conte a Ninguém" e "Confie em Mim" desse mesmo autor. E quero "Cilada". :D Adorei a resenha!

Eu sou fã de romances policiais, mas também não os leio sempre. Amo os livros do SS e da Agatha Christie, Dan Brown... São ótimos autores!


Bjs!

Luara Cardoso disse... [Reply]

Eu vou falar a verdade: eu amo livros policiais. Então os livros do Harlan Coben estão entre os livros que eu TENHO que ler há tempos. Só que eu ainda não tive tempo para ler nada dele. :/
Todos dizem que "Cilada" é maravilhoso, então já está na minha lista de próximas leituras. :)

Um beijo,
Luara - Estante Vertical

Kézia Lôbo disse... [Reply]

Esse livro está na minha lista ja faz um tempão, mas ainda nao tive a oportunidade de ler, sempre vou deixando passar... mas ainda quero ler, tenho certeza de que é muito bom =D

Adriana T disse... [Reply]

Só li um livro do autor e gostei bastante, esse me chama a atenção desde que foi lançado, acho a capa tão bonita, tenho bastante vontade de ler.

Postar um comentário

- Os comentários é um espaço aberto, no entanto todos passam por um sistema de moderação antes de serem publicados.

- Não serão aprovados os comentários:
• Não relacionados ao tema do post;
• Para pedidos de parcerias, vocês pode até me avisar por aqui, mas entre em contato pelo e-mail que para mim é mais fácil organizar. =)
• Com propagandas (spam);
• Com palavrões ou ofensas a pessoas e marcas;

Do resto, comente a vontade!!! Deixe sua opinião, sugestões, dicas, etc!

Obrigada pelo comentário!^.^v

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Status

Conteúdo Protegido!!!

Livros e Distrações (2010). Tecnologia do Blogger.

  © Livros e Distrações 2010 - 2011

Back to TOP