Um Pequeno Milagre, de Carol Marinelli

|

Maratona de Banca
Mês: Setembro
Tema: Bebês

O Maratona de Banca desse mês propôs a leitura de romances com o mote Bebês. Esse não é bem um dos meus temas favoritos para ler em romances (o pai é sempre o problema...), contudo apostei minha escolha em um romance de uma autora que já li e gosto bastante: Carol Marinelli. A autora tem vários títulos de romances mais sensuais escritos, com histórias sempre sensíveis e mocinhos sempre obstinados e relutantes. Um Pequeno Milagre (One Tiny Miracle, no original – Publicado por aqui na Série Baby on Board, Special 23, Harlequin: 2010.) é um romance médico lindo e oferece uma história emotiva e cheia de sensibilidade.

Um Pequeno Milagre
Carol Marinelli

Tentando recomeçar a vida em um novo emprego e lar, Ben Richardson tenta dar um novo rumo para sua vida após perder, há quase quatro anos, sua esposa Jen e o bebê que ela carregava no ventre. Ambos eram médicos plantonistas e trabalhavam juntos no mesmo hospital. Após a morte de Jen, Ben sentiu que tudo lhe foi tirado, inclusive fechando seu coração e perdendo as esperanças no futuro, jurando que nunca mais iria passar pela mesma dor. Agora trabalha em um novo hospital em Melbourne e aluga temporariamente um humilde apartamento, perto do novo trabalho e da praia. Contudo, nesse novo recomeço, onde iria investir em um futuro focado no trabalho, uma surpresa inesperada (e indesejada) devia suas atenções: durante uma manhã de corrida na praia, uma jovem grávida lhe atrai a atenção. Quando ela aparenta estar passa não muito bem, ele corre para socorrê-la. Celeste está grávida de 30 semanas e ele acaba descobrindo que a alegre jovem é sua vizinha.  

Celeste, por causa de sua condição, tem enfrentado diversos problemas pessoais sozinhas, enganada pelo pai do bebê e rejeitada pelos pais. Apesar do estado avançado e delicado da sua gravidez, ela ainda trabalha como enfermeira, e para o espanto de Ben, no mesmo hospital que ele. Celeste lembra tudo aquilo que Ben está determinado a esquecer, e mesmo a atração que um sente pelo outro, ele opta se manter afastado dela. O que não será fácil, pois Celeste precisa de ajuda e de apoio de amigos, ele não conseguirá ser insensível a sua condição. Com o convívio agradável e na condição de amigos (assentida pelos dois) levará, no entanto, a ambos a comprometer o coração... Mas, o coração de Ben está fechado... E Celeste já passa por muitos problemas. Celeste pode representar uma nova chance para Bem, mas ele está determinado a não ceder ou arriscar seu coração... Uma difícil e dura situação!  

***  
O romance é realmente lindo. Um drama que explora a dor de um médico que perdeu tudo de forma inesperada, a esposa que tanto amava e o bebê que mal chegou a pegar nos braços. Desesperado para recomeçar, mas fechado para amar novamente. Celeste é a mulher que vai balançar seu mundo, mas sua gravidez é um triste risco para seu coração quebrado. Carol Marinelli escreve de uma maneira que não dos deixa imune às situações mais sensíveis. A história é curta, e dá para ler em menos de três horas.  

Os personagens, seus sentimentos e dores, são sempre bem descritos e claros no romance. Ben é inteligente, gentil e sensual, mas terrivelmente resistente ao amor que sente por Celeste, negando a si mesmo a trilhar esse caminho de dor. Celeste é alegre, honesta e disposta, mas seu problema não é fácil.

Uma história nem um pouco surpreendente, mas que me agradou bastante, especialmente pela qualidade da história. Mesmo para quem não curte romances de banca, Um Pequeno Milagre para aqueles que apreciam uma boa trama elaborada, dramática e sensível. Leia! =)
Classificação:
 



Trecho de Um Pequeno Milagre
Ainda assim, Ben admitiu que havia alguma coisa de espe­tacular sobre sua falta de inibição, e algo sobre ela fez Ben sorrir enquanto caminhava.  
E então, ela se virou e o sorriso dele desapareceu quando ela se inclinou... dobrou-se em duas na verdade. Ben viu o abdômen inchado dela e percebeu que ela estava grávida e visivelmente com dor. Ganhando velocidade, caminhou rapi­damente pela areia, tentando não parecer muito afobado, já que aquilo também poderia apenas ser parte da rotina de exer­cícios dela. Mas não era, ela estava caminhando com visível desconforto para fora da água rasa, ainda curvada num ângulo estranho, e Ben começou a correr, até alcançá-la na beira do mar. Ele viu os cachos escuros no alto da cabeça dela enquan­to ela, ainda dobrada, agarrava seus próprios joelhos.  
— Você está bem? — Ben perguntou, preocupado.  
— Ótima — ela gemeu, e então olhou para ele. Os olhos dela eram cor de âmbar, usava grandes brincos prata e estava rangendo seus dentes muito brancos. — Ioga idiota!  
— Você está tendo uma contração? — Ele a estava exami­nando, mas não quis se aproximar e colocar a mão na barriga dela. Ele achou que precisava se apresentar primeiro. — Meu nome é Ben, e eu sou médico.  
— E o meu é Celeste... — Ela respirou fundo, e relaxou, aos poucos. — E eu não estou tendo uma contração, é só uma câimbra.  
— Você tem certeza? — ele insistiu.  
— Certeza absoluta! — Ela se esticou e estremeceu, pas­sando a mão no lugar onde sentira a pontada. — São essas bobagens de "Nova Era". — Ele não pôde evitar um sorriso e, então, ela também sorriu. — De acordo com meu obstetra, isso deveria relaxar tanto a mim quanto ao bebê. Só que é mais provável que acabe nos matando.  
De repente, Ben foi catapultado para o passado de novo. Exatamente como acontecia quase todos os dias, e todas as noites. Não todo o tempo, como antes, mas, já que haviam se passado quatro anos, com freqüência demais.
 ________________________________

Resenha da minha lista para a  
Para conferir outras participações, clique aqui!

Assine o feed do blog ou receba os artigos por e-mail. Siga-me no Twitter para ficar por dentro das novidades que rola no Livros e Distrações!

Compartilhe este post:


4 comentários:

Nanda disse... [Reply]

Ei Beli,

Bebês não é um tema que eu curto muito não rsrs, mas gostei da resenha e da trama do livro.

bjos
Nanda

Beli disse... [Reply]

Oi, @Niii!

Bebês são fofinhos (só para olhar), mas não sou muito fã, não hahah
Mas o livro tem uma trama linda!

Bjus

Beli disse... [Reply]

Oi. @Nanda!

O livro tem uma trama bem sensivel, mas eu tb não gosto de bebês em livros...

bjuss

Postar um comentário

- Os comentários é um espaço aberto, no entanto todos passam por um sistema de moderação antes de serem publicados.

- Não serão aprovados os comentários:
• Não relacionados ao tema do post;
• Para pedidos de parcerias, vocês pode até me avisar por aqui, mas entre em contato pelo e-mail que para mim é mais fácil organizar. =)
• Com propagandas (spam);
• Com palavrões ou ofensas a pessoas e marcas;

Do resto, comente a vontade!!! Deixe sua opinião, sugestões, dicas, etc!

Obrigada pelo comentário!^.^v

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Status

Conteúdo Protegido!!!

Livros e Distrações (2010). Tecnologia do Blogger.

  © Livros e Distrações 2010 - 2011

Back to TOP