Quem é Você, Alasca?, de John Green

|

Eu comecei a ler esse livro com uma grande expectativa. Durante a leitura, no entanto, me desanimei, pois achei que toda aquela situação não levava a lugar algum, até que na metade do livro em diante, a leitura começou a me prender e ficar boa. Mas foi nas últimas páginas do livro que pude dizer: “Oww! Esse livro é muito bom!!!”

Quem é Você, Alasca? 
John Green

Quem é Você, Alasca? (no original em inglês, Looking for Alaska),  é o primeiro romance do autor americano John Green, escrito em 2005, e publicado por aqui em 2010, pela editora WMF Martins Fontes. Esse é um romance YA premiado e que alcançou um grande sucesso, conquistando uma grande legião de leitores.

Quem nunca saiu na vida em busca de um grande sentido? Quem nunca parou para pensar no significado dos sofrimentos, da vida ou no papel que você ocupa nela, ou para onde realmente estamos caminhando? Pois é, quem nunca pensou? Contudo, às vezes, de repente, surge aquela pessoa em nosso caminho, que nos tira da “vidinha”, vira tudo de ponta-cabeça, e tudo começa a ter um sentido, um motivo para as perguntas e uma razão para respondê-las. Em Quem é Você, Alasca? somos assaltados por essas perguntas e, na certa, por uma impetuosa busca de um “Grande Talvez”.

“Saio em busca de um Grande Talvez.” (François Rabelais)

Na beira da morte, essas foram as últimas palavras de François Rabelais  (escritor renascentista francês) e são essas que motivam Miles Halter a também ir à procura daquilo que seria um “Grande Talvez”. Miles, na verdade, é obcecado por famosas “últimas palavras”, nas quais lê em biografias. Filho único, aos 16 anos, leva uma vida tediosa, sem amigos, quase isolada. Cansado da sua vida sem emoção, ele se matricula em um internato no Alabama, Culver Creek, e é lá que ele pretende dar um “up” na vida,  ficar longe da proteção dos pais, ter uma nova oportunidade em busca de novos amigos e, quem sabe, encontrar o seu “Grande Talvez”. E em Culver Creek ele vai encontrar uma realidade diferente, amigos, uma garota que muda sua cabeça, receber um apelido irônico – já que é alto e magrelo - de Gordo (Pudge) e viver aventuras inequecíveis. 

Lá ele conhece Chip Martin, ou simplesmente Coronel, seu o colega de quarto. Ele estuda em Culver Creek com bolsa de estudos, é baixinho, mas fala com a eloqüência de um Coronel, o que lhe rendeu o apelido. Através dele, Miles vai conhecer Alasca e Takumi, com os quais vai apreender o valor da amizade, a dar grandes trotes na escola, perverter as regras e descobrir muitos outros prazeres. Alasca Young é a garota que prende a atenção de Miles, que conquista seu coração e muda sua vida. Mas ela não lhe corresponde devidamente. Ela gosta de livros, é espirituosa, desafiadora, enigmática, intensa, problemática, inteligente e sensual. Descobrir quem é Alasca e entendê-la será o grande desafio de Miles. Mas nesse processo, muitas coisas acontecem e. talvez, ele descubra o que é o sentido do “Grande Talvez”.

***
Quem é Você, Alasca? é um romance que retrata a vida na adolescência, as novas descobertas,   as dúvidas, as rebeldias, o primeiro amor e as amizades.  Aqui os adolescentes bebem, fumam, fazem sexo e falam um “linguajar” explícito, o que tornou o livro controverso (Green já teve que defender seu livro em debates) e mil vezes mais interessante do que outros romances YA. Aqui John Green trata os jovens como pessoas que refletem, que estão em busca de algo para entender suas vidas, sofrimentos e viver intensamente. 

O livro está dividido em duas partes, com referencia ao tempo: Antes e Depois. Um grande acontecimento que marca a vida de Miles, que muda as coisas para sempre, não apenas para ele, mas também para todos que o cerca. Cada capítulo conta os dias que antecede, como um contagem regressiva, e depois os dias que prosseguem.  É o tempo de um ano letivo. Os personagens são intensos, interessantes a sua maneira e carismáticos. Foi bom acompanhar os dias, os trotes e as reflexões de Miles e de seus amigos.

A história nem é “tudo isso”, mas o que a torna atraente é a narrativa irreverente e dinâmica de Green, bem-humorada e reflexiva, sem ser tediosa, principalmente sobre religião, vida e sofrimento.  A história é narrada em primeira pessoa, através da visão de Miles. O clima no livro é descontraído. A leitura é deliciosa!

Nem todos podem vir a gostar do livro, mas mesmo assim é uma leitura super-recomendada, e não para qualquer idade. Precisa ter uma cabeça mais aberta para ler e entender a história. Sem dúvida, um dos melhores romances juvenis que já li, sem ter nada de sobrenatural! =)


E o que é o “Grande Talvez” (Great Perhaps)??? (O.o) Bem, isso é algo que cada um descobre (ou não) por conta própria, durante a leitura. Quando Rabelais o pronuncia, ele está nas últimas, então isso pode remeter ao “Grande Talvez” que seja o destino pós-morte, que nós, no fundo, não sabemos qual é... Segundo a filosofia cristã, talvez para o céu, talvez para o inferno... Não sabemos! No entanto, o “Grande Talvez” na vida pode ser considerado as “coisas incertas” para o futuro, para o desconhecido... A cada passo há uma decisão, um caminho para ser tomado, e sempre um “talvez” ou “quem sabe”. Achar o “Grande Talvez” é encontrar aquilo que faça a vida valer a pena ser vivida, intrinsecamente, sem medo das conseqüências ou dos sofrimentos... (Momento filosofando... u.u Não pode deixar de pensar no “Grande Talvez”. Ok! Eu ainda estou em busca do meu “Grande Talvez”, sei lá... hahaha - momento divagação cessou!). Leiam Quem é você, Alasca?!!!
Classificação:
 



Trecho de Quem é Você, Alasca?
“Olhe nos meus olhos e diga que isso não deixa você excitado, Gordo.”
Não consegui. Ela riu. Era normal, ela disse. Saudável. Então se levantou, parou a fita, deitou de bruços no sofá e resmungou alguma coisa.
“O que disse?”, perguntei caminhando até ela e colocando a mão nas costas, na região da cintura.
“Shhh”, ela disse. “Estou dormindo.”
Simples assim. De centenas de quilômetros por hora ao repouso em um nanossegundo. Eu queria tanto me deitar ao lado dela, envolvê-la em meus braços e adormecer. Não queria transar, como nos filmes. Nem mesmo fazer amor. Só queria dormir com ela, no sentido mais inocente da palavra. Mas eu não tinha coragem. Ela tinha namorado. Eu era um palerma. Ela era apaixonante. Eu era irremediavelmente sem graça. Ela era infinitamente fascinante. Então voltei para o quarto e desabei no beliche de baixo, pensando que, se as pessoas fossem chuva, eu era garoa e ela, um furacão.

Informações:
E para quem não sabe, John Green é famoso por seus vídeos no Youtube, junto com o seu irmão. Os caras são doidos! >>> Confira aqui!



Assine o feed do blog ou receba os artigos por e-mail. Siga-me no Twitter para ficar por dentro das novidades que rola no Livros e Distrações!

Compartilhe este post:


6 comentários:

Daniela Tiemi disse... [Reply]

Eu gostei demais deste livro. Ele me fez refletir, e principalmente, me inspirou a 'sair em busca de um grande talvez'. rs. Bj.

Sarita disse... [Reply]

Este livro já está na minha lista de leitura faz tempo, mas geralmente deixo-o de lado por outros "livros urgentes" ou pelo preço dele.
Mas ele nunca sai da lista!

deiare disse... [Reply]

Para variar, tenho o livro, mas ainda não o li.
Adorei a resenha e espero lê-lo em breve.
Bjos!!!
Andréia
Sentimento nos Livros

Naniedias disse... [Reply]

Eu fico super em dúvida quanto a esse livro - já vi resenhas super positivas, super negativas, meio termo >.< heheheh
O livro está na minha listinha de compra =)

Lariane disse... [Reply]

Quero muito *-*

E nem preciso dizer que AMEI a resenha, né?

:D

Beijo,
Lariane - www.leiturasedevaneios.com.br

Nanda disse... [Reply]

Ei Beli,

Ótima resenha, sempre fico na dúvida sobre este livro pq tem gente que fala tão mal dele rsrs. Me desanimei de comprar, mas se der ainda leio um dia. :P

bjos
Nanda

Postar um comentário

- Os comentários é um espaço aberto, no entanto todos passam por um sistema de moderação antes de serem publicados.

- Não serão aprovados os comentários:
• Não relacionados ao tema do post;
• Para pedidos de parcerias, vocês pode até me avisar por aqui, mas entre em contato pelo e-mail que para mim é mais fácil organizar. =)
• Com propagandas (spam);
• Com palavrões ou ofensas a pessoas e marcas;

Do resto, comente a vontade!!! Deixe sua opinião, sugestões, dicas, etc!

Obrigada pelo comentário!^.^v

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Status

Conteúdo Protegido!!!

Livros e Distrações (2010). Tecnologia do Blogger.

  © Livros e Distrações 2010 - 2011

Back to TOP