Maratona de Banca: Rosa de Papel, de Diana Palmer

|

Maratona de Banca 
Mês: Julho 
Tema: Índio
Rosa de Papel
Diana Palmer 

O tema da Maratona de Banca desse mês foi interessante para mim: Índio. Confesso que entre os vários motes que são retratados nos romances, Índios nem sempre me agradou, pelo menos nos romances que já li. A minha escolha de livro para cumprir com a Maratona foi um tanto contraditória, pois acabei  optando, entre tantas autora que gosto, uma que definitivamente me desagrada muitas vezes: Diana Palmer. No entanto, Rosa de Papel faz parte de uma série (Hutton & Co.) que eu acabei gostando de ler, porque simplesmente sai daquele molde enquadrado dos texanos e daquela pequena cidade (sufocante de pobres virgens) de Jacobsville.

Bem, a leitura desse mês foi bem agradável: primeiro, adorei o Tate Winthrop, o nosso heroi nativo-americano, um homem aos moldes de Diana Palmer, ou seja, forte, teimoso, arisco, possessivo, provocante, não gosta de mostrar vulnerabilidade, pisa na bola feio e, mesmo morrendo de amores, põe um monte de obstáculos para engatar um romance com a mocinha, mas que não é aquele brucutu total indigesto e irritante, demostrando, pelo contrário, uma inteligencia muito sensivel diacordo com a situação. Cecily, apesar de fazer aquele papel de mocinha sofrida e apaixonada, ela é forte, não fica com muitas lamurias, é  determinada, corajosa e sabe o que quer da vida, o que me agradaou bastante nela. E segundo, gostei demais da história que a Diana criou, bem escrita, ambientada em Washington D. C., com uma trama politica de fundo, ação, perseguição , segredos e os problemas  que envolvem as causas indigenas. 

Cecily Pertenson sempre consumiu um amor sem esperanças por Tate Witthrop. A história começa com Cecily relebrando o começo de sua releção com Tate, quando apenas era uma adolecente de 17 anos. Ela tinha uma vida dificil, pois quando seu pai faleceu, sua mãe se envolveu com um homem que não prestava. Logo, sua mãe morreu, e ela ficou morando com o padrasto vagabundo. Tate conhecia Cecily, sabia que era uma jovem inteligente e corajosa, mas também sabia dos seus problemas pessoais. Um dia, após verificar que o padrasto de Cecily tentava abusar dela, Tate resolveu ajudá-la e cuidar dela, a levando para a casa de sua mãe na reserva e com os estudos na faculdade. Cecily sempre quis estudar Arqueologia, e assim ele financiou os seus estudos... Sem que ela soubesse.

Após 8 anos, em Washington D. C., Tate está envolvido na politica. No passado já trabalhou como agente para o governo e é chefe de segurança das empresas Hutton (empresa de Pierce Hutton, protagonista no primeiro livro da série, Uma vez em Paris). Mesmo gostando de Cecily, ele sempre dizia que jamais se envolveria para casar com uma mulher branca. Queria ter um filho 100% com o sangue  nativo. Cecily, pela diferença de idade e por ser branca, jamais poderia se envolver com ela livremente, mesmo que seu coração e desejo protestassem contra essa idéia.  

  Eis que Cicely descobre da maneira mais revoltante que Tate financiava todos os seus estudos e moradia, enquanto pensava que vivia de uma bolsa. Orgulhosa, revoltada e desapontada, ela resolve cortar sua relação com Tate. Tudo o que significava para ele era um caso de caridade. Só que para contrariar ainda mais sua relação e passar a se sustentar, ela resolve aceitar um emprego no museu do principal opositor politico de Tate, o senador Matt Holden, mas por quem tem enorme feição e amizade. Tate tenta aprovar um projeto que poderia ajudar a reserva indigena na qual nasceu, enquanto Holden alega que tal projeto é perigoso e se opõe a sua aprovação no senado. Envolta as disputas politicas e uma relação de amor complicada e turbulenta, um grande segredo pode virar um grande escandâ-lo politico, envolvendo Tate e pondo em perigo Cecily, que tem a mão esse segredo, e terá que proteger seu amor. Mas o que está em risco, principalmente, é a relação delicada entre ambos.  

***
Apesar de não gostar de Diana, a história me agradou bastante. Aliás, como já mencionei, gosto muito da série Hutton & Co., que também envolve parte dos mercenários dentro do universo literário criado pela autora. Dessa série, já li Lorde do Deserto, o terceiro volume.  O que realmente me fez querer ler o livro foi o título que sugeria uma história bem delicada. Como conhecia o nosso heroi no primeiro livro da série, Tate foi um escolha interessante e intrigante. Pena que seja tão cabeça-dura... 
A história é romântica, leve e dramática. A narrativa oferece uma leitura deliciosa e despretensiosa. O personagens são bem interessantes, intrigados e fortes. O casal principal tem química, engendrando um romance realmente apaixonante, bem desenvolvido.  A conclusão é sempre aquele final feliz, sem maiores surpresas. Mesmo para aqueles que não amam Diana Palmer, este é um romance contemporâneo recomendável!
 Classificação:





Trecho de Rosa de Papel:
Cecily virou-se, um tanto sem jeito. Não esperava por aquilo. Viu Tate Winthrop em pé, o cabelo solto, fino e liso caindo até a cintura. Usava uma roupa indígena com calça de antílope e mocassins. Em volta da cabeça, havia uma bandana com duas penas e, no rosto, a marca da tribo, que simbolizava a coragem.
Ela desviou a vista. Aquele era o homem mais bonito que conhecera. Desde seus dezessete anos, Tate vinha sendo seu mundo. Felizmente, ele não se dera conta de que seu flerte descompromissado escondia uma emoção verdadeira.
Na verdade, Tate a tratava exatamente da mesma maneira como o fizera quando, em prantos, Cecily o procurara, em busca de conforto, no dia em que a mãe falecera. Ou quando percebera as manchas deixadas pelo violento ataque do padrasto bêbado.
Sim, ela às vezes saía com alguns colegas, mas nunca tivera um namorado sério. Sentia-se aterrorizada só ao pensar em manter contatos mais íntimos. Isso só não acontecia quando fantasiava estar nos braços de Tate. Amava-o muito.


Livros da Série Hutton & Co.:

1- Once in Paris (UMA VEZ EM PARIS - 1998) - Pierce Hutton e Brianne Martin
2- Paper Rose (ROSA DE PAPEL – 1999 ) - Tate Winthrop e Cecily Peterson
3- Lord of the Desert (LORDE DO DESERTO - 2000) -  Phillippe Sabon e Gretchen Brannon
4- The Texas Ranger (A ÚLTIMA CHANCE - 2001) - Marc Brannon e Josette Langley
5- Desperado (AGONIA E ÊXTASE - 2002) - Cord Romero e Maggie Barton
6- Outsider (2006) (O FORASTEIRO) - Colby Lane e Sarina Carrington

 ___________________________________________________________________
Resenha da minha lista para a  
Para conferir outras participações, clique aqui!
Assine o feed do blog ou receba os artigos por e-mail. Siga-me no Twitter para ficar por dentro das novidades que rola no Livros e Distrações!

Compartilhe este post:


4 comentários:

Niii disse... [Reply]

o livro que eu li da Diana não me agradou! =x
que bom q esse foi diferente p/ vc
tbém nunca li nenhum livro sobre Indios! hauhau acho até estranho, mas pelo que vc disse com a trama envolvida fica legal!

ótima dica!

bjs

Mariska disse... [Reply]

Sabe que nem índios, nem Diana entrariam na minha lista de preferidos... é bom encontrar alguém que compartilha as mesmas ideias. Sua resenha, no entanto, mostra que vc teve uma agradável surpresa com o livro, então talvez eu dê uma chance a ele.
Bj

Lu disse... [Reply]

ei Beli,
já li esse livro e achei a história bem legal, rsrsr.
Gosto desgostando dos livros da DP, seus mocinhos sempre são casos de amor e ódio. ^^
só não li ainda o último da série, mas pretendo ler em breve. =)
beijos.

Ly Cintra disse... [Reply]

Olá Beli!

A Diana Palmer não está no topo das minhas primeiras escolhas, hahahahaha.
Mas eu adorei a sua resenha e fiquei bem interessada em ler esse livro, principalmente porque ele faz parte de uma série e eu realmente amo livros em série :D

Obrigada pela visita lá em Minhas Palavras Secretas, gostei bastante do seu blog. Estou te seguindo...

:*

Postar um comentário

- Os comentários é um espaço aberto, no entanto todos passam por um sistema de moderação antes de serem publicados.

- Não serão aprovados os comentários:
• Não relacionados ao tema do post;
• Para pedidos de parcerias, vocês pode até me avisar por aqui, mas entre em contato pelo e-mail que para mim é mais fácil organizar. =)
• Com propagandas (spam);
• Com palavrões ou ofensas a pessoas e marcas;

Do resto, comente a vontade!!! Deixe sua opinião, sugestões, dicas, etc!

Obrigada pelo comentário!^.^v

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Status

Conteúdo Protegido!!!

Livros e Distrações (2010). Tecnologia do Blogger.

  © Livros e Distrações 2010 - 2011

Back to TOP