O Imperador 1 – Os Portões de Roma, de Conn Iggulden

|

 O Imperador 1 
Os Portões de Roma
Conn Iggulden
  
A antiga e grandiosa Roma, berço da nossa civilização ocidental, foi uma das civilizações mais poderosa com conquistas arrebatadoras e um extenso império, cuja história fascina e intriga diversos admiradores por seus feitos e esplendor. A cidade Roma, centro dos acontecimentos políticos e das grandes decisões dessa civilização, tinha uma força e uma personalidade que orgulhava seus cidadãos romanos e atraia visitantes. Na sua história militar, uma das mais poderosas, o que mais fica evidente de sua força é o sucesso alcançado pelos exércitos em batalhas e guerras que garantiam a conquista de inúmeras áreas e a sua hegemonia sobre outros povos. E tudo isso, na verdade, um importante trecho da história de Roma, está refletido nessa incrível série de Conn Iggulden: O Imperiador

Série que conta uma biografia romanceada de Júlio César, um dos maiores lideres político e militar durante a República, acendendo a ditador (em termos romanos) vitalício, e também responsável, em grande parte, pela transformação da República em Império. Nesse primeiro volume da série, Os Portões de Roma, vislumbramos os primeiros anos da vida de Caio Júlio César até sua ida a Roma. Na linha do tempo, estamos aproximadamente entre 95 a. C. e 82 a. C., época da infância e adolescência de Julio Cesar, chegando a época quando ele começa sua vida pública.  
  
Dois meninos, criados juntos, mas não iguais em status sociais. Caio é o filho único de um senador romano, seu herdeiro. Seu grande amigo e quase irmão é Marco, órfão criado por sua família e companheiro inseparável em brincadeiras, brigas e aventuras. A mãe de Caio, Aurélia, sofre de um problema psicológico, ficando muitas vezes isolada do filho, e o seu pai, Júlio, por passar muito tempo em Roma, quase não fica em casa. Quem administra a propriedade é Tubruk, que também cuida de Caio e Marco. Para assegurar ao filho a educação de um verdadeiro cidadão romano, o pai de Caio contratou tutores para ensinar sobre a política, a história e as estratégias militares de Roma. Na arte da luta e do manejo de espada, Rênio, um ex-gladiador, é contratado para oferecer o treinamento mais duro e rígido para os meninos.  

Após alguns graves acontecimentos, Caio é obrigado a viver em Roma com o seu tio Mário, irmão de sua mãe, um grande general romano e líder no Senado, e aprender tudo sobre a vida política para ser um membro da nobilitas.

Nessa história, Marco é o oposto de Caio. Ao contrário da posição de prestigio de seu amigo, não tem muitas regalias pela sua posição de pobreza e sem família. Tudo o que lhe resta é lutar, aproveitar as oportunidades e mostrar sua força, determinação e valor. Enquanto Caio é mais sensível e temperado, Marco é esquentado, ousado e impetuoso na sua força. E vai buscar na vida militar seu grande êxito e sucesso. 

Em Roma, uma crise política no Senado está preste a desencadear uma guerra civil. Entre duas facções, liderada por dois grandes generais, estão em disputas: Mario (poderoso general e senador romano, tio de Caio) versus Silas. 

***
Um grande romance histórico militar. Mesmo se baseando em uma vasta pesquisa pelos relatos comprovados historicamente sobre a vida de Júlia Cesar, na história de Conn Iggulden a maior parte  são suposições e recriações da imaginação do autor. Para efeito narrativo, muitos acontecimentos históricos foram alterados e muitos personagens inventados: a época da guerra civil retratado no romance; Rênio e Alexandria são inventados; Júlio César não era filho único; Marco (figura importante na História de Roma) era muito mais jovem que Júlio Cesar, até mesmo se cogita na História a possibilidade do primeiro ser seu bastardo; e Mário era casado com a  irmã do pai de Júlio César, e não seu tio materno. 

Apesar das mudanças históricas, adorei a forma como Iggulden escreve. A narrativa nos leva para o mundo romano e é difícil não se envolver nela. O relato sobre a cidade de Roma nos encanta e as descrições a respeito dos costumes, estratégias militares e alguns aspectos políticos são fiéis. Quando Caio parte para Roma, a leitura fica mais tediosa por conta das descrições de um mundo político. Contudo, durante a leitura somos arrebatados para momentos de conflito que nos deixa tensos e na expectativa, mesmo que não seja uma história tão surpreendente.

Entre os personagens mais intensos e empolgantes é Marco, com seu jeito impetuoso, arteiro, ousado e destemido. Ele se envolve em lutas, aventuras e perigos que o tornam um personagem bem mais atrativo que Caio, que está se preparando para a não tão animada vida política, que só fica realmente interessante nas partes finais do romance, quando a guerra começa. Cabera, um velho sabio que aparece no meio da história, é um dos mais legais, bem-humorado e aconselha Caio em tudo. Rênio é um homem durão, mas logo a gente passa a admirá-lo. 

Roma é um lugar de paixões, prestígios, decadências, honras, intrigas, triunfos e derrotas. Adoro ler sobre a história de Roma, e como fã de romances históricos e de história militar, seria impossível para eu não gostar de Os Portões de Roma, e ficar com esse livro na cabeça por vários dias. São quatro livros que compõem a saga O Imperador. Ainda preciso ler o segundo e saber mais sobre o que aconteceu com Caio e Marcos. Para quem gosta do gênero, Conn Iggulden é imperdível. Super-Recomendo!   =)
 Classificação: 
 



Trecho de Os Portões de Roma:
- Roma, a maior cidade do mundo – disse Marco, balançando a cabeça maravilhado enquanto entravam na vastidão do forúm. Grandes estátuas de bronze olhavam para o pequeno grupo que andava a cavalo em meio aos pedestres agitados.
- Você não percebe como tudo é grande enquanto não chega perto – respondeu Cabera, com sua confiança de sempre um tanto abalada. As pirâmides do Egito pareciam maiores em sua memórias, mas o povo lá sempre olhava para o passado com suas tumbas. Aqui as grandes estruturas eram para os vivos, e ele sentia o otimismo disso.
(...)
Caio também podia sentir a vida ao redor. Apesar de nunca ter vivido entre as muralhas, aquele era seu lar tanto quanto de Tubruk – talvez mais, já que ele era nobilitas, nascido livre e fazendo parte do maior povo do mundo. “Meu povo construiu isso”, pensou.  

Livros da Série o Imperador:
1.       Emperor: The Gates of Rome - OS PORTÕES DE ROMA (Série: O Imperador - vol. 1)
2.       Emperor: The Death of Kings - A MORTE DOS REIS (Série: O Imperador - vol. 2)
3.       Emperor: The Field of Swords - CAMPO DE ESPADAS (Série: O Imperador - vol. 3)
4.       Emperor: The Gods of War - OS DEUSES DA GUERRA (Série: O Imperador - vol. 4)


 PS: Essa era uma resenha para o Desafio Literário 2011 para o mês de abril, cujo o tema era Romances Épicos.



Assine o feed do blog ou receba os artigos por e-mail. Siga-me no Twitter para ficar por dentro das novidades que rola no Livros e Distrações!

Compartilhe este post:


8 comentários:

Niii disse... [Reply]

às vezes é bom ler algo mais consistente! Eu amo tudo que adaptando ou não envolve a História! Fiquei curiosa! Godto dessa época, só não ganha para o século XX(minha favorita!)
li um livro essa semana e lembrei de vc! "Revolution" da Donnelly!
acho que se vc ler vai gostar. Revolução Francesa!

bjs

Naniedias disse... [Reply]

Amo romances históricos \o/ Não conhecia esse, mas parece incrível *-* Amei!!! Quero muito \o/

Só não vou comprar agora por causa do Rehab >.<

Giu Fernandes disse... [Reply]

Oi Beli!
Não conhecia esse livro, mas parece ser muito bom pela sua resenha!
Adoro romances históricos!!!
:)
Beijos!

Beli disse... [Reply]

@Niii

Nii, essa série é boa... td o que é histórico, de qualquer época, eu gosto!
"Revolution" não conheço, mas vou procurar saber! Só pelo nome já acho bom...

bjuss

Beli disse... [Reply]

@Naniedias

Nanie, se vc gosta de Bernard Cornwell, vc vai gostar de Conn Iggulden. E esse livro é otimo!

bjuss

Solange disse... [Reply]

Meu marido leu o Gêngis Khan que comprei na bienal de SP, me arrependi do fundo da alma de ter deixado aquele homem lindo, maravilhoso autografar o meu livro, já que não tenho intenção nenhuma de ler..rs. Vc deve ser mais eclética na leitura, pois estou na fase dos melados. Vc disse que gostou do jeito que Conn escreve, meu marido achou ruim, pois disse que ele não é de descrever muito as coisas, é verdade ou meu marido que é chato mesmo?..rs
Bjos

Nanda disse... [Reply]

Ei Beli,

Eu comprei este livro para pegar autografo na Bienal SP e conheci o autor que é um inglês bem charmosão rsrs. Mas.... até hoje não li hehehe, o fila que não termina rs, como vc disse são muitas séries ne? Mas adorei a resenha, quero ler o meu logo.

bjoo

deiare disse... [Reply]

Sou apaixonada por romances históricos...
Obrigada pela dica!!!
Bjos!!!
Andréia
Sentimento nos Livros

Postar um comentário

- Os comentários é um espaço aberto, no entanto todos passam por um sistema de moderação antes de serem publicados.

- Não serão aprovados os comentários:
• Não relacionados ao tema do post;
• Para pedidos de parcerias, vocês pode até me avisar por aqui, mas entre em contato pelo e-mail que para mim é mais fácil organizar. =)
• Com propagandas (spam);
• Com palavrões ou ofensas a pessoas e marcas;

Do resto, comente a vontade!!! Deixe sua opinião, sugestões, dicas, etc!

Obrigada pelo comentário!^.^v

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Status

Conteúdo Protegido!!!

Livros e Distrações (2010). Tecnologia do Blogger.

  © Livros e Distrações 2010 - 2011

Back to TOP