Dois Pesos, Duas Medidas, de Judith McNaught

|

Dois Pesos, Duas Medidas
 Judith McNaught

Um romance contemporâneo com uma intensa história de amor, de conflitos e equívocos. Dois Pesos, Duas Medidas, de Judith McNaught, tem uma trama pouco original, porém cativante para leitoras romântica.

Quem está acostumada com os livros históricos de Judith McNaught, com suas intensas e elaboradas histórias e personagens marcantes, podem estranhar Dois Pesos, Duas Medidas, tanto por este ser um livro curto com 294 páginas, e pela simplicidade da trama. Li ele já faz um tempinho. Confesso que eu comprei e quis ler esse livro só por causa da capa e por que amei ler Todo o ar que respira, outro super romance da autora.

Lauren Danner ressurge na vida de Philip Whitworth no momento certo. Whitworth, um poderoso empresário, desconfia que há um espião em sua empresa, passando informações sobre lances de ações e contratos bilionários para uma empresa concorrente, que não por acaso pertence a Nick Sinclair, filho rejeitado de sua esposa. Lauren era uma parente distante, descoberta por acaso. Após entrevistá-la para um possível emprego, checando seu currículo, Philip a surpreende com uma proposta: que ela seja sua espiã na empresa concorrente como secretaria, já que abrira uma oportunidade nas empresas Sinco. Caso ela aceitasse ser sua espiã, além do salário como secretaria, lhe pagaria um extra. Ela precisava daquele dinheiro por causa do pai, que estava doente, no entanto isso ia contra seus princípios.

Para Lauren, uma bela e jovem mulher de elegância natural, com 23 anos,  arrumar um emprego que pagasse bem não seria fácil em uma cidade como Michigan. Ela ocultamente se recusa esse papel e forja seu currículo para não ser aceita na Sinco. Contudo, por incríveis coincidências do destino, ela se depara com Nick Sinclair. A atração por aquele incrível homem é imediata. Ela nem desconfia quem ele seja. Ele acaba influindo na sua contratação na Sinco, e ela vai trabalhar lá na esperança de se esbarrar com ele novamente. Quando a oportunidade surge, na louca e a convite dele, eles vão para uma festa e um final de semana fora cidade. Ela está louca por ele, e Nick não esconde seu lascivo interesse nela.

Esse final de semana é para a jovem Lauren um conto de fadas, derretida nos braços daquele homem. Para Nick aquela mulher é apenas mais uma conquista. Ela acaba perdendo sua virgindade (é lógico que ela era virgem e sonhadora! ¬¬), e o engano daquilo tudo cai como uma bomba na consciência de Lauren, pois, após a noite de amor, ele a manda voltar e a trata de forma distante.

A princípio, desolada, ela foca sua atenção no novo trabalho. Porém as coisas pioram, quando ela descobre que ele é o poderoso dono da Global Industries, a qual ela tem que espionar, e é um conquistador de mulheres. Ela se mantém no seu posto de secretária, mostrando competência, inteligência e energia. Nick tenta seduzi-la novamente, mas dessa vez as coisas não serão fácil. Ela se recusa a ir para cama com ele, o desafiando e o deixando intrigado. Nick leva com ele traumas do passado e não confia em ninguém. É um homem duro, dominador e gosta de ter controle sobre tudo, contudo Lauren mexe com ele, o enfeitiça, e não desistirá dela. E Lauren está irresistivelmente apaixonada por ele, e o papel de espiã que supostamente tem que exercer, é uma ameaça para o futuro daquele relacionamento e pode minguar a frágil confiança de Nick.

A trama nos envolve em confrontos empresariais, mal entendidos e desavenças, com sutil humor, que atravessa a história entre Nick e Lauren. O desfecho foi pouco satisfatório e rápido demais. Eu queria mais da história. Os personagens são bons e cativantes. Nick é um libertino tudo de bom, mas dá muito furo! Simplesmente se acha o gostoso e é todo orgulhoso. Lauren aprende uma lição após a primeira vez, e em partes, deixa de ter seu lado ingênuo. A garota se faz de difícil. É determinada e enérgica, mas sofre e se despedaça por dentro. Mas os embates que eles têm são de tirar o fôlego. Mas Nick é um coração cheio de trauma e Lauren é seu melhor remédio. Muita tensão sexual e muita coisa em jogo para minar esse relacionamento.

Dois Pesos, Duas Medidas não é um dos melhores romances da autora, mas cumpre seu papel nos oferecendo uma leitura rápida, despretensiosa e cativante. Sem dúvida, é uma leitura agradável e deliciosa!

Trecho de Dois pesos, Duas medida:



“De forma inesperada, a ameaça dela arrancou-lhe um relutante sorriso.
- Você tem os olhos azuis mais incrívelmente lindos que já vi. Quando se enfurece, eles...
- Poupe-me! – sibilou Lauren, sacudindo com violência o pelso.
- Já poupei – provocou-a com ar sugestivo.
- Não fale comigo assim... não quero parte alguma de você.
- Sua pequena mentirosa. Você quer cada pedacinho de mim.”
Assine o feed do blog ou receba os artigos por e-mail. Siga-me no Twitter para ficar por dentro das novidades que rola no Livros e Distrações!

Compartilhe este post:


9 comentários:

Solange disse... [Reply]

Eu gostei do livro, mas parecia que estava lendo um livro da série Paixão. Eu tenho na minha coleção o livro Todo Ar que Respiras, mas até agora não li, vou puxar o livro da zona para ser o próximo a ser lido.
Bjos

Vivian disse... [Reply]

Olá!!
Obrigada pela visita!!Seja Bem Vinda!!
Eu amo os livros, estou com tantos para ler...
Eu gosto desta autora, um bom livro para relaxar...Ótima resenha!Parabéns!!
Estou louca para ler o Halo!!Já li o Fallen,Sussuros, Cidade dos ossos.Agora estou lendo a trilogia do sonho da Nora Roberts e poesias do Fernando Pessoa!!!
Adorei seu blog!Estou seguindo!

Alba disse... [Reply]

Ain Beli! Acredita que nunca li nada da Judith McNaught... =/

Preciso me redimir! Já ouvi falar muito bem dela, mas confesso que prefiro começar com os romances de época \o/ Me indica algum? *.*

Beijos,

Dani Fuller disse... [Reply]

nunca li nada dessa autora.. ela escreve romance histórico tb é?? gostaria de ler algum..

apesar de ñ ter achado o melhor.. falou muito bem e muito bem escrita sua resenha

bjs

Nanda disse... [Reply]

Ei Beli,

Eu confesso que quero este livro na minha estante mais pela capa rsrs, tãooo linda.

Ainda não li nada da autora mas eu gostei muito da resenha, quero começar a ler ^^

bjoo

Paula disse... [Reply]

Gosto desse tipo de livros e esse sempre me chamou atenção... ótima resenha, bjus

Angela Graziela disse... [Reply]

Nunca li nenhum livro dessa autora
Mas acho q já ouvi falar desse livro, tem um filme ?
Bjos

Clarisse Cunha disse... [Reply]

Tem como não curtir esse quote?? NÃOOOO!!
Se você não "curtiu" o livro, eu fiquei fascinada só pelo trecho kkkkkkk
Sou assim, esses diálogos enlouquecidos me fazem dar altas gargalhadas! É muito legal...
Te indico "Whitney, Meu Amor", foi o meu favorito até agora dos 5 que li. Clayton é TUDO DE BOM!!!

Adorei suas resenhas, são lindas, e muito instigantes.

P.S: Não tem como não gostar dessa capa né?? É linda!

XOXO, da Lisse

Postar um comentário

- Os comentários é um espaço aberto, no entanto todos passam por um sistema de moderação antes de serem publicados.

- Não serão aprovados os comentários:
• Não relacionados ao tema do post;
• Para pedidos de parcerias, vocês pode até me avisar por aqui, mas entre em contato pelo e-mail que para mim é mais fácil organizar. =)
• Com propagandas (spam);
• Com palavrões ou ofensas a pessoas e marcas;

Do resto, comente a vontade!!! Deixe sua opinião, sugestões, dicas, etc!

Obrigada pelo comentário!^.^v

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Status

Conteúdo Protegido!!!

Livros e Distrações (2010). Tecnologia do Blogger.

  © Livros e Distrações 2010 - 2011

Back to TOP