Aprendendo a Seduzir, de Patrícia Cabot

|

 Aprendendo a Seduzir
 Patrícia Cabot


Aprendendo a Seduzir foi uma leitura surpreendente dentre os muitos romances históricos. É apesar do tema tão comum, é engraçado, agradável, com um “caliente” refinado e inteligente. É escrito por uma autora que adoro, a maravilhosa, linda e sempre simpática, Meg Cabot, mas lançado pelo seu pseudônimo Patricia Cabot. Meg sempre usa esse pseudônimo para seus livros voltado para um público adulto. E sim, esse livro é muito adulto!!!

Conheci esse livro através de indicação de vários blogs, e não resisti... Eu tinha que ler! Sobretudo, porque amo Meg Cabot e adoro um romances históricos. Apesar de ficar encabulada com o título (XD), eu tenho que confessar que fiquei emotiva com a descrição da história e a belíssima capa. Realmente adorei a capa desse livro lançado pela Editora Planeta, sob o selo Essência.

No ano de 1870, na progredida capital britânica, Londres, vamos conhecer Lady Caroline Linford, uma jovem que está de casamento marcado com o marquês Winchilsea, Hurst Slater, por quem também tem gratidão por ter salvado seu irmão baleado, Tommy, ao buscar socorro. Caroline é uma moça recatada e inocente, no entanto, decidida e incomum.

Um belo dia, ocasionalmente, enquanto estava em uma festa, ela se depara com o seu noivo entre as pernas de uma outra mulher, a beijando de um jeito que nunca lhe beijou. Nuncaaa!!! Caroline fica impressionado e sem reação, apenas observando seu noivo fazendo “aquilo” com outra. Para ela, ele a amava e tudo estava bem entre eles. Sempre que o marquês a beijava escondido, ela sentia um ardor, mas ele nunca a beijou daquele jeito! O que ela teria de errado? Bem, Lady Jacquelyn é uma mulher muito mais bonita, atirada, sensual, com seios maiores que o seu e um corpo atrativo. Caroline sai do quarto privado em silêncio, sem chamar a atenção, sem nem mesmo ter vontade de chorar. Ela não sabe o que fazer, a não ser romper o noivado e que não o ama mais.

Enquanto refletia sobre as preferências de seu noivo por outras mulheres, ela se esbarra com Braden Grandeville. Este é um progredido industrial de armas, um novo rico, conhecido por ser o maior libertino de toda Londres e noivo de Lady Jacquelyn. Sim, noivo da mulher que está com o noivo de Caroline. Grandeville está zangado e perseguindo a noiva. Aparentemente, ela está querendo pegá-la no fraga. Conhecendo a reputação de Grandeville e vendo seu assustador rosto, temendo pela vida de Hurst Slater, Caroline decide proteger aquilo o casal, pensando também, talvez, que eles podem se amar. (Bem, uma atitude nem um pouco comum O.o)

No entanto, por causa de sua família e baseada na gratidão que sentem pela vida de seu irmão, Caroline é impedida de interromper o noivado. Então, o que ela simplesmente decide fazer é algo nem um pouco convencional: procurar alguém para lhe ensinar a ser sedutora, uma esposa e amante, para assim prender seu noivo, e ele não ter mais motivo para procurar outras mulheres. (Convenhamos, uma idéia até genial e corajosa, não é... O.o’ ). Encontrar alguém para lhe ensinar tais coisas – teoricamente – não é tarefa fácil. E é aí que Caroline nos surpreende com sua coragem e inteligência. O melhor é quem ela procura com tal objetivo, e com uma proposta bem sacada... Ela procura o Lothario de Londres, nome associado a fama de Braden com as mulheres, para lhe dar tais lições.

Braden, de fato, sabe que a noiva tem um amante e quer descobrir de todas as maneiras quem é, pois, assim, justificaria o rompimento do noivado, e deste modo, ele não teria que dar seu dinheiro suado para ela, frente a um processo de quebra de noivado. Ele nasceu e cresceu em um dos bairros mais pobre e sombrio de Londres, em meio a uma infância sofrida, mas enriqueceu com muito trabalho e sabendo aproveitar cada oportunidade que a vida lhe dava. Depois que se enriqueceu, buscou uma noiva e encontrou Jacquelyn, filha de um Duque sem dinheiro e já falecido. Unir sua riqueza com o título de Jacquelyn iria lhe trazer benefícios, até perceber o verdadeiro caráter frívolo e consumista da noiva.

Caroline percebe o que Braden pretende, e o procura com a proposta de ser justamente a testemunha da infidelidade de sua noiva, tudo o que ele tanto precisa diante de um processo e, é claro, proteger o nome do amante para que nada lhe aconteça. Mas Braden fica chocado quando ela lhe conta qual é sua principal condição para a realização de tal proposta: que ele lhe ensine a fazer amor – teoricamente, ok!!! Ele fica resistente de início, mas acaba cedendo... A partir daí, bem, começa uma linda e quente história de amor!!! XD É claro que vão acontecer algumas coisas para interpor esse romance, mas o desenvolvimento e o desfecho dessa história é fascinante.

Um dos melhores romances históricos que já li. O começo é um pouco vagaroso, mas Meg Cabot soube escrever um romance cativante e engraçado, em uma trama inteligente e envolvente, com personagens fortes e marcantes. Uma história hot, sem apelação, com momentos hilariantes. Quem está acostumado com os estilos de livros da Meg Cabot voltado para um público mais adolescente, pode estranhar um pouco com a narrativa e com o teor diferente, porém não vai se decepcionar com essa história. Leitura mais que obrigatória para quem gosta desse gênero. Super-recomendo!

Um trecho Aprendendo a Seduzir:


Enquanto ele falava, Caroline estava de olhos fixos em sua boca, com uma espécie de maravilhamento hipnótico. Não eram exatamente belos lábios. Longe disso. Não que fossem feios. Absolutamente. Eram na verdade, pensou ela, lábios que haviam beijado muito.
— Realmente, senhor Granville — disse ela, incapaz de desviar os olhos de sua boca. — O senhor simplesmente não pode sair por aí agarrando as pessoas como está...
Então aqueles lábios, que segundos antes ela admirava, estavam sobre os delas, e ela já não conseguia pensar em absolutamente nada.





Assine o feed do blog ou receba os artigos por e-mail. Siga-me no Twitter para ficar por dentro das novidades que rola no Livros e Distrações!

Compartilhe este post:


8 comentários:

Hérida Ruyz disse... [Reply]

Oi Beli!
Li A Rosa do Inverno da Meg e achei meio fraquinho. Depois fiquei com medo de ler esse livro.
Mas se foi um dos melhores romances históricos que vc já leu...eu vou me arriscar novamente com a Meg Cabot. kkk
Ótima resenha
Bjs

Mellory Ferraz disse... [Reply]

A história parece ser muito boa, até porque é da Meg - e no começo eu fiquei com um pé atrás, depois que fui saber que era o pseudônimo dela! HAHAHAH
Quero muito poder ler um livro da diva que seja mais para o público adulto, já que a maioria que li (minto, TODOS que li) são juvenis...
A capa é linda, não? ;)
Adorei seu blog!! já estou seguindo ok?

Thais disse... [Reply]

Beli!

Eu amo romances históricos, adorei ler esse livro e me diverti vendo como a protagonista era inocente em relação ao mundo rsrsrsrs
]



Beijão;)

Nathalia disse... [Reply]

Hihi, eu também fico encabulada com o título! Digo, hipoteticamente encabulada (?), porque ainda não comprei.

Acho que o estilo da Meg assinando como Patricia Cabot não é muito minha praia, mas vou tentar, porque, hãã, é a Meg, né! Pelo menos tentar, e quem sabe me surpreender e amar <3

Fernanda França disse... [Reply]

Beli, quero agradecer pelo comentário sobre Nove Minutos com Blanda no blog da Mari - A leitora. Espero que goste do livro e me conte quando ler, tá? ;o) Alegrias, Fernanda França. www.fernandafranca.com.br

Nanda Meireles disse... [Reply]

Oie, eu já li esse. Amei, é hot, mas não é só isso. A estória é envolvente né? Também amei.
Beiju

Lis disse... [Reply]

Uau, um livro HOT da senhorita Meg Cabot! haha Eu já tava de olho nesse livro só pela capa, mas não sabia que a história era ESSA :O
Mesmo assim, acho que vou tentar ler :X Não costumo ler livros mais 'pesados', mas depois que assisti ao Casanova, acho que esse livro é fichinha HAHA

Postar um comentário

- Os comentários é um espaço aberto, no entanto todos passam por um sistema de moderação antes de serem publicados.

- Não serão aprovados os comentários:
• Não relacionados ao tema do post;
• Para pedidos de parcerias, vocês pode até me avisar por aqui, mas entre em contato pelo e-mail que para mim é mais fácil organizar. =)
• Com propagandas (spam);
• Com palavrões ou ofensas a pessoas e marcas;

Do resto, comente a vontade!!! Deixe sua opinião, sugestões, dicas, etc!

Obrigada pelo comentário!^.^v

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Status

Conteúdo Protegido!!!

Livros e Distrações (2010). Tecnologia do Blogger.

  © Livros e Distrações 2010 - 2011

Back to TOP