"Nunca Desista de Viver", de Salem Cury

|

Nunca Desista de Viver
Salem Cury





Autor: Salem Cury
Editora: Lua de Papel
Título: Nunca desista de viver
Gênero: Auto-ajuda
Edição: 1ª edição
Preço: R$ 19,00
Leia o 1º capitulo: aqui (Lojas Americanas)







SINOPSE:

Salem Cury era um homem bem-sucedido, pessoal e profissionalmente. Juiz federal, viajava bastante, mas ainda assim era um pai e um marido presente, amado por sua esposa e por seus dois filhos. Até que um dia, no entanto, o destino se encarregou de dilacerar a felicidade que Salem vivia sem se dar conta. Num fim de tarde, voltando de uma viagem, sua família seria brutalmente arrancada dele. Ele ficara em casa enquanto sua esposa levava para um passeio seus dois filhos e um amiguinho deles. O que era apenas um programa de fim de semana acabou por se transformar em uma tragédia.
Um acidente de carro pôs um ponto final naquelas quatro breves existências. Uma emboscada? Vingança? Acerto de contas devido ao cumprimento de suas funções? Salem não saberia dizer com certeza.
Sua vontade imediata era a de desistir da vida, se entregar a lamentações e angústias, pensando em tudo que poderia ter sido e não foi. Mas, em um momento sublime, ele compreendeu, como se decifrasse uma mensagem mandada por sua família de onde ela estivesse, que precisava encontrar forças para seguir em frente.
Nesse livro, o autor, irmão do best-seller Augusto Cury, narra seu drama familiar e a forma como o superou, não desistindo de viver.

Contra-capa:

“Levei quatro anos para ter a coragem de olhar todos aqueles acontecimentos bem de frente. Estranha colcha retalhos.
Estava tomando pela amargura. Tão distante de tudo, que até a presença de muitas pessoas e incomodava. Queria ser confortado, mas paradoxalmente tendia a recolher-me em minha concha, caramujo escondido nas profundezas do mar.
Era preciso encontrar um jeito de acomodar, no peito, a dor da perda – e essa viverá comigo, eu sei - ao lado da esperança no presente e no futuro. A reconstrução íntima é um trabalho lento e delicado. Mas eu Salem Cury, sou um exemplo vivo de que ela pode ser feita. Seja qual for a devastação. Tenho, hoje, mais força para viver o presente e almejar o futuro. Eu consegui.”
Nunca Desista de Viver, de Salem Cury, é um desses livros que mexe fundo com o nosso animo. Uma lição de vida para ser seguida em todas as circunstâncias de desespero e abatimento.

Com um texto sincero, sensível e claro, o autor nos apresenta sua trágica experiência ao perder a esposa e os dois filhos em um acidente de carro. De uma hora para outra, as pessoas que ele mais amava já não estavam ali, presente ao seu lado. Uma tragédia absolutamente difícil de enfrentar, não afetando apenas seu emocional, mas pondo em dúvida sua própria profissão e as causas do acidente que levaram sua amada família desse mundo. Salem deixa transparecer seus mais profundos sentimentos, o amor por seus filhos inestimáveis e como cada lembrança dos momentos que passaram juntos é importante.

Apesar de toda a situação devastadora, Salem mostra que é preciso seguir em frente e encontrar a felicidade e alegria de viver novamente. Ele não desistiu de viver, e aos poucos ele vai expondo como ele superou seu maior drama, nunca deixando de ter fé e de sentir que sua família o amava verdadeiramente.

O livro classificado como auto-ajuda, vai muito além quando apresenta uma história de vida que deveria ser lida e compreendida por todos. É um livro para se ler com calma e refletida. Apesar do teor triste que é abordado, traz uma mensagem de esperança e de superação. Não importa qual seja seu problema, “nunca desista de viver”! De viver com esperança, com fé e buscando ser feliz, como Salem Cury ressalta muito bem.

O livro é uma reedição, porém revisada e mais completa, lançamento da Lua de Papel. Uma leitura aconselhável para qualquer pessoa, e como já mencionei, uma lição a ser seguida.

"Por mais intensas que sejam as adiversidades, é preciso enfrentá-las. Se vamos as adversidades, é preciso enfrentá-las. Se vamos superá-las, depende de nossa insistência. Se vamos vencê-las, depende de nossas forças. Se doravante teremos forças, com certeza as teremos e de fato as encontraremos, se realmente as quisermos."


Assine o feed do blog ou receba os artigos por e-mail. Siga-me no Twitter para ficar por dentro das novidades que rola no Livros e Distrações!

Compartilhe este post:


5 comentários:

£ädÿ disse... [Reply]

eu não curto muito livros de auto-ajuda, pq sempre tenho a impressão de que eles me colocam mais pra baixo ao invés de me ajudar em alguma coisa o.o mas curti bastante o "tema" do livro :)
beijocas!

Nanda disse... [Reply]

Ei Beli,

Não é um estilo que eu costumo ler, mas adorei a resenha, o enredo é legal :)

bjo

Bianca Briones disse... [Reply]

Dificilmente leio autoajuda. E nem é por preconceito, mas por falta de tempo mesmo. rs

Esse parece ser bom. Se eu conseguir um tempinho talvez eu pegue para ler.

Beijos.

Lu disse... [Reply]

pARECE SER UMA HISTÓRIA LINDA, MAS TRISTE.
nÃO SOU CHEGADA A LIVROS QUE FAZER CHORAR, MAS GOSTEI DA HISTÓRIA DESSE. =)

Anônimo disse... [Reply]

Quem tiver a oportunidade de ler este livro leia ele e maravilhoso .

Postar um comentário

- Os comentários é um espaço aberto, no entanto todos passam por um sistema de moderação antes de serem publicados.

- Não serão aprovados os comentários:
• Não relacionados ao tema do post;
• Para pedidos de parcerias, vocês pode até me avisar por aqui, mas entre em contato pelo e-mail que para mim é mais fácil organizar. =)
• Com propagandas (spam);
• Com palavrões ou ofensas a pessoas e marcas;

Do resto, comente a vontade!!! Deixe sua opinião, sugestões, dicas, etc!

Obrigada pelo comentário!^.^v

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Status

Conteúdo Protegido!!!

Livros e Distrações (2010). Tecnologia do Blogger.

  © Livros e Distrações 2010 - 2011

Back to TOP